O FLUXO DO PENSAMENTO COMUM

 Por Francisco Guil         

 

 

 Você acredita na sua personalidade. Vê-se como pessoa inteira, completa, e seu mundo parece perfeito. Raras vezes se pergunta se são verdades as crenças instaladas em sua cabeça. A moral da sociedade em que você vive não permite a discussão aberta. Para viver sossegada (o) você deve acreditar no que a sociedade diz, fazer o que a tradição manda fazer, mesmo quando isso resulta em sofrimento íntimo.

Mas alguma coisa em você sente que deve tirar a cabeça para fora do ovo, olhar além da escuridão da caverna, buscar uma nova forma de luz. E o que você faz, quando sente esse impulso? Salta para o mundo desconhecido, onde poderá encontrar grandes e admiráveis tesouros, ou recolhe-se novamente para as sombras. Apesar de não lhe trazerem grandes alegrias, elas também não representam grandes perigos! A história da sua cidade acontece na forma de um fluxo constante de pensamento.

As coisas consideradas certas e “morais” foram construídas ao longo das décadas e dos séculos e não podem ser facilmente afrontadas. Não porque sejam certas e irretocáveis, mas porque ao mexer nas estruturas mentais de uma comunidade você estará colocando em perigo aqueles que se aproveitam da situação instalada. E a experiência mostra que a situação instalada se alicerça na ignorância e no sofrimento da maioria dos cidadãos.

 Uma parcela muito pequena da comunidade repousa em berço esplêndido, amparada pela certeza geral de que as leis que regem a cidade são inquestionáveis. E muitos que se consideram privilegiados, os do segundo ou terceiro escalão, embora saibam das humilhações que passam, não largam o osso, por medo de descer mais alguns degraus.

No momento em que você acorda para a realidade de que os poderes constituídos foram instalados para manter uma minoria numa escala socioeconômica avantajada, surgem algumas opções: 1 - Você passa a combater esse sistema; 2 - Você começa a lutar para beneficiar-se das centenárias falcatruas que alimentam o modelo socioeconômico instalado; 3 - Você tenta ficar indiferente. Seja qual for a sua decisão, essa nova forma de lucidez vai mudar completamente a sua vida.

No caso 1, você passará a adquirir os mais extraordinários conhecimentos, que jamais imaginou possuir. E sentirá as dores mais terríveis, na constatação quase inacreditável do domínio humano sobre outros humanos, alicerçado na mentira. Mas colherá alguns frutos de qualidade e sabor apreciáveis no campo de batalha, que farão você pensar que “tudo valeu a pena, porque a alma não foi pequena”.

No caso 2, você aprenderá a pisar sem piedade naqueles que se deixam dominar, seguindo o exemplo daqueles grandes que desta forma se elevaram. No caso 3, você precisa se retirar imediatamente da sociedade humana, passando a morar numa floresta ou numa ilha. Pois nenhum ser humano lúcido pode viver sossegado numa sociedade hipócrita e excludente, como a que temos aqui, no Brasil, ou em qualquer lugar do mundo. Se você tem um coração, vai senti-lo doer por todas as dores humanas. Se você não tem um coração, você já está morta(o)!

Foto: Capixabão

 

  Sérgio Arruda

Mais recente: MISSA NEGRA

    

Ana Paula Romão      

Mais recente: RESUMO DA SEMANA

 

 Renato Uchôa 

Mais recente: A FACE OCULTA DO GOLPE 

 

Ana Liési Thurler
 Mais recente:   Percalços inescapáveis do capitalismo

 

Luiz Francisco Guil

Mais recente: ENTRE PERDIDOS E ACHADOS                       

                
 

links

Esta seção está em branco.

OPINIÃO

MEXEU COM LULA, MEXEU COM A GENTE

 Por Inês Duarte          Estão divulgando nas redes sociais a possibilidade das manifestações em POA tornarem a cidade num campo de batalha. Não por nossa gente, não pelas forças progressistas, mas pelas forças do retrocesso da civilização. Eu e todos que partem do...
+

A VIDA É BELA

Por Francisca Frida             Hoje me sinto um pouco mais forte e quero lhes contar um fato só para que vocês vejam até que ponto chega a maldade humana... Algumas vezes eu disse aqui que tinha vontade de ir para outro planeta, e que os seres humanos me...
+

REFLEXÕES SOBRE O SUICÍDIO

   Por Márcia Tigani     Encerro meu dia com reflexões sobre o tema de hoje no facebook: o suicídio. Aliás esse é tema do dia à dia, muito embora as pessoas o neguem, finjam não enxerga-lo, passem a bola para os " coletivos", digam que é " coisa pra psicólogo, psiquiatra e...
+

NÃO É SOMENTE LULA QUE CONDENAM, É A TODA UMA NAÇÃO

  Por Inês Duarte              Não tenho mais o que dizer, meu coração está congelado de tanta tristeza. Lula é vítima da maldade humana, vítima do egoísmo, da desonestidade, da cegueira e do ódio de pessoas que optaram em ser ruins com uma única finalidade:...
+

NOTA DE REPÚDIO DA UFPB

  A Reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) vem reiterar sua indignação e manifestar repúdio à ação de condução coercitiva de dirigentes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em operação que apura supostos desvios na construção do Memorial da Anistia. Em 6 de dezembro, o...
+

A FACE EXPLÍCITA DO TERROR

     Por  Vânia de Farias                     O que poderia levar dois jovens aparentemente bem sucedidos a cometer um ato monstruoso desses? Já nasceram psicopatas ou foram perdendo a...
+

ANOTA AÍ COMPANHEIRO/A

 Por Cleusa Slaviero          Ontem o Zeca me enviou o texto que Aldo Fornazieri publicou sobre a Nota do PT, só tive tempo de ler de madrugada, quando li tudo o que recebi ontem e me inteirei das notícias do Brasil e do mundo. Que decepção tão grande a opinião de...
+

SEM PERDÃO

 Por Inês Duarte        Mais uma vez encontro-me aterrorizada, indignada e quase em pânico diante da possibilidade da prisão de Lula. Não posso admitir em hipótese alguma, a prisão de um homem que conquistou os brasileiros e o mundo, com a política mais humanizada que já...
+

O GOLPE DESDE O PRINCÍPIO TEM SIDO BEM DOLOROSO.

 Por Cristiane Barreto        Num certo período da minha vida eu chorei uns dias seguidos, por um problema aparentemente sem solução. E que atingia direto no peito e eu ia para a cama e chorava, nada de reagir. Não conseguia, doía muito. O tempo passou, andava que nem zumbi...
+

es-Notícias

O Golpista

                                                                                    ...
Leia mais

Eu acredito é na luta

                                                                                   ...
Leia mais

O recado

                                                                                   ...
Leia mais

AO PREFEITO ARTUR NETO

                                                                                    ...
Leia mais

Olá amigos/as

                                                                                   ...
Leia mais

RESPOSTA À DIREITA E AO PIG

                                                                                   ...
Leia mais

ACREDITAMOS NO BRASIL!

                                                                                   ...
Leia mais

Artigos