Nem legitimidade e nem moralidade. Só trapaceiros enrascados. Volta,Dilma!

 

  Por Consuelo Maria da Consolação Cerqueira         

 

 

Já são 20 dias que abalaram o mundo, digo o Brasil.

E deram para vazarem delações de homens-bombas, mesmo que tardias e não acompanhadas por explicações do STF, com membros claramente atolados no Golpe, para nossa indignação.  Podemos já inferir e nessa aposto: a pressão contínua do povo contra o Golpe, por todo o pais, e mais pressões incômodas vindas de fora em forma de protestos e boicotes, está fazendo a Lava Jato andar além do PT. 

A jogada seletiva de Moro, com anuência de membros do STF, com a Lava Jato, já está nas ruas. O povo está de olho e quer que avance. Dia após dia, gritos de milhares, tanto de setores organizados da sociedade civil, como de cidadãos indignados, pelas ruas, ocupações de instituições, vão alertando para o declínio social, econômico e político do país.

Ora, o povo já experimentou Democracia e Estado Social. Retrocesso de décadas, tal a pressa no alvo: acabar com a Lava-Jato e escancarar o país ao Mercado, rumo a um Estado Mínimo, via privatizações e tentativa de inviabilizar e isolar a esquerda.

Mas, há quem diga o contrário: o vazamento das delações não passa de preparativos à prisão, em breve, de Lula, tirando-o das disputas de 2018. Daí indiciarem alguns de outros partidos, numa espécie de aceno. Assim, finge-se que Lava Jato é para todos.  Ora, não soa contraditório tirarem a máscara do Golpe com os vazamentos e, a seguir, agirem consonante a esse? Se isso se concretiza, saibamos, estaremos numa ditadura, de fato.  

Prender Lula, sem provas contundentes, sob qualquer pretexto, como por "domínio do fato" e por esse judiciário desacreditado, com membros do STF descaradamente comprometidos com o Golpe, exigiria, nesse contexto, a presença de militares, numa repressão sangrenta ao povo. Caçadas a militantes na calada da noite, torturas. E aí vai. Aquela repetição da história, já contada por duas vezes. Essa seria terceira.

Não creiamos nisso. Sabem que o povo já experimentou a Democracia e o Estado do Bem-Estar, mesmo que não tão amplo assim, mesmo que com esse Parlamento de canalhas e ratos. Fiquemos com a convicção de que estamos a ganhar com a correlação de forças, com a resistência.

E isso, sim, está ajudando a fragilizar, desmascarar e aumentar a descrença nesse governo interino. E, nesse salve-se quem puder das delações, para muitos, os que ainda não se sentiam convencidos, foi o cair da ficha. E terão mais. Lava Jato aos trancos, mesmo com linhas tortas, por pressão, ainda segue e pode minar, mais ainda o Golpe. E esse STF desacreditado, dissimulado, desrespeitoso ainda, altivo, quer explicações de Dilma e Cardozo. Que Golpe?

Delações? Tem mais e virão outras e muitas. As de Machado já golpearam alguns protagonistas do Golpe. Agora, outra, a do Did, o filho deste. E, dizem, mais devastadora e já homologada por Teori, rastreando o roteiro do ouro: Londres. Tenha fôlego: há outras a caminho. A prisão de Nárcio Rodrigues, em Minas, ligado à Aécio no passado, seu homem de confiança. E que a delação de Marcelo Odebrecht será uma metralhadora, que abaterá uns 50 políticos famosos. Mais submundo emergirá. Isso porque já soltou 200 nomes numa lista, em março. Sem nomes de Lula ou Dilma, engavetaram. Farão o mesmo com a delação da OAS, pois não tem Lula e nem Dilma e nem PT?  O povo na rua será a medida.

Mas, meu amigo, nesses poucos dias que abalaram o mundo, digo, o Brasil, já foi suficiente para avaliação do tamanho do rombo ainda por vir.  E a grande parte dos brasileiros que veem isso e não gritam, não se indignam, não reagem?  Mas tem quem o faça: a classe média indignada e o povo e trabalhadores organizados da sociedade civil e muitos pelo mundo. Não dão e nem darão sossego. Tanto funcionam essas pressões que é um tal de aprova lei e desaprova lei. Um avança e recua desses interinos. Logo, vão miar, não tem arrego!  A não ser que usem da força militar para reprimir.  Vide MSTS: a ocupação de um prédio público federal, na Av Paulista, fez o interino recuar, no mesmo dia. 

Nisso vão dilapidando nossas duras conquistas, nossos direitos sociais, coletivos, trabalhistas, nossas riquezas, nosso SUS, nossos empresas, vendendo nosso orgulho, o de país que sabia do seu futuro. Foi-se nosso mais rico e incalculável Pré Sal, o reservado à nossa exuberância de futura nação rica, pois destinava, uma grande parte, no antigo regime de partilha, à educação, ao empoderamento de nossos jovens e à saúde. Os alienígenas, espertalhões, primeiro derrubaram os preços do petróleo, pela prática de dumping. Baratear os poços e os saquearem depois, à nossa revelia. Serra, o vampiro, com projeto no Senado, alterou o regime de partilha à luz do dia. Já o fatia, sim senhor! 

E o que você fez para impedir tamanha desgraça, apenas "vendo a banda passar", como diz Chico Buarque? Ou sem protestar, como no poema “E agora, José” de Carlos Drummond? Pois é, amigo, estamos assistindo a inversão de nossa política externa e soberana, para a submissão de nosso país aos mais ricos. Nem BRICS, nem Mercosul. Nada de Brasil potência latino-americana! E a tentativa de rearranjo geopolítico vai se fazendo sem a necessidade física de se decepar homens, mulheres e crianças, pois esses morrerão mesmo é pela falta do Estado.

 Mais barato aos alienígenas financiarem logística, inteligência, empurrarem dólares nuns septuagenários entreguistas. Não custa lembrarmo-nos que essas empresas de petróleo americanas são as financiadoras das guerras geopolíticas. 

E a promessa alvissareira de ministros de " peso" para colocar "ordem" na casa? Miou. Aportaram, sim, alguns ministros investigados na Lava Jato e ainda comprometidos com denúncias, como dizem as gravações.  Nem ao PIG, aliados do golpe, estão conseguindo agradar. Esses são obrigados a apresentarem, mesmo que truncadas, as revelações bombásticas. E na reforma econômica a conta ficou mesmo para os mais vulneráveis, pois nada de taxação de riqueza, de renda, nada de cobrança de impostos. E não se espere passividade. Só o tempo da conta chegar!  Como vimos, nem tudo está de vento em popa!

 As manifestações e boicotes contra o Golpe se espalham que nem tornado pelo país e pelo mundo. E, assim, entre um bom Romanée-Conti e gargalhadas, acham, esses aliados, que decidirão mesmo sobre nossos destinos, que será apenas um "fiquem à vontade, o terreiro é vosso!"  Mas não, nem num é, dirão os verdadeiros tupiniquins! " Aqui tem flecha envenenada, senhores intrusões! Tão na mira!"

Foto: cridaosantana.wordpress.com

 

  Sérgio Arruda

Mais recente:COMO ESTAMOS MAL PROTEGIDOS COM NOSSAS ESCOLHAS HUMANAS

    

Ana Paula Romão      

Mais recente:MORO, ONDE NÃO MORA A JUSTIÇA

 

 Renato Uchôa 

Mais recente: MORO, ONDE NÃO MORA A JUSTIÇA 

 

Ana Liési Thurler
 Mais recente:   Percalços inescapáveis do capitalismo

 

Luiz Francisco Guil

Mais recente: ENTRE PERDIDOS E ACHADOS                       

                
 

Artigos

links

Esta seção está em branco.

OPINIÃO

UMA QUESTÃO DE SENSIBILIDADE

  Por Ana Lúcia Alves          Dizem que sou sensível...pois vou contar onde aprendi a ser assim. Convivo a pelo menos 20 anos em hospitais cumprindo meu oficio de cuidar...e lá aprendi...Que paredes de hospitais, já ouviram preces mais sinceras e honestas do que em...

SOLIDARIEDADE NÃO SE PEDE

   Por Claudete Galli                Quero relatar um fato que ocorreu ontem quando eu estava na Vigília Lula Livre. Eu cheguei bem no momento em que o Stédile estava falando, como havia sido a visita ao Lula. Uma observação, então cada vez que o...

EM DIA DE JOGO DA COPA

  Por Igor Grabois            O Brasil é grande nos mais diversos sentidos do termo. Existem cinco países que estão, simultaneamente, entre os dez maiores PIB’s, territórios e populações. O Brasil é um deles. O maior país africano fora da África, só a Nigéria é...

ESTÃO NOS FAZENDO DE BOBOS, BRINCANDO DE DEMOCRACIA.

 Por Inês Duarte                   Não pode haver perdão ao ministro Edson Fachin. Ele traiu o povo brasileiro, traiu a democracia, a Constituição Federal e traiu principalmente ele próprio, quando deixou de cumprir a missão que se comprometeu...

AO SOM DA FOME

 Por Lúcia Costa                Eu tenho 49 anos. Desde criança via comícios, não perdia um, até onde dava. Aos 13 anos comecei a sentir vontade de entrar para a política ao ouvir aqueles homens. Eram só homens, falando bonito. Nos seus discursos...

O RECADO

Por Cleusa Slaviero        Para me apoiar  por causa do desânimo (preocupação), que me acometeu hoje, o George Mello disse: "menos expertise e mais luta, mais determinação." Ele quis dizer que as ações que realizamos na resistência, nesse momento, são mais importantes...

SOBRE A TENDÊNCIA HISTÓRICA E O FUTURO DO BRASIL

   Por Cristiano Camargo                    Toda Revolução Histórica tem um ponto de ruptura, da conjuntura anterior para a nova que surgiu pós- revolução, e que serviu de estopim para incendiar estas revoluções. Pois bem, estamos...

MARIELLE: BRASIL CHORA POR SUA MAIS NOVA MÁRTIR

Por Sérgio Botêlho           Há um mau cheiro no ar. E esse mau cheiro não vem do corpo inerte de Marielle. Esse mau cheiro vem dos seus assassinos. Esse mau cheiro vem de uma sociedade historicamente baseada em podres poderes. Negra, mulher, feminista, pobre...

TÁ FALADO

 Por Rosangela Lima              Madrugada alta e eu aqui, escrevendo textão. Pouca gente vai ler, mas é bom desabafar, então... Percebo nos olhares, nas críticas e alguns ataques, a incompreensão de muita gente do meu convívio com o fato de continuar na...

A MULHER E O VOTO

Por Inês Duarte          Não é de hoje que as mulheres possuem a disposição de lutar por respeito, igualdade de direitos, reconhecimento de seu papel, não apenas na sociedade, mas também, junto ao parceiro, como geradora de filhos, de gerações e que traz consigo o...

Esta seção está em branco.

Artigos

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!