MISSA NEGRA

  Por Sérgio Arruda   

 

 

 Com a sanha da mídia infame, os informes (ou convite) estão no ar. O governo ilegítimo tem sua pauta para a celebração do ritual satânico, com data e celebrantes. Como a erudição nacional é de pouca monta, se deve explicar que se trata de celebração vinda desde os anos 200 e com ressuscitações esporádicas, da mesma forma como ocorre com os satãs...

Em 1969 foi reedificada com direito a uma Bíblia Satânica que lhe deu organicidade e fixação de seus fins. Estamos, pois, em pleno ato de celebração efetiva a ter a consagração pomposa na aprovação da lei que mudará a legislação previdenciária. Seria de se questionar, qual o fito da lei? Seria social ou econômica?

A parte econômica nunca foi desprezada em sua base atuarial, tanto que os valores contributivos se alteraram (sempre para mais), para abrigar apaniguados como foram os do tempo dos milicos, que colocaram os patrões com direito ainda que sem contribuição anterior...Se tivesse visão social, devida, não seria manipulada por economistas de fancaria e sim por quem se dedica a estudo da vida, de assistência social, à saúde e qualidade dos que sobrevivem às intempéries dos golpes nefandos dos privilegiados togados.

Ora se discute, com falsidade explícita de dados, a base de sustentação dos números atuais sem pudor de escamotear que militares e os apaniguados da 'nomenklatura' são as ratazanas do cofre. MAS, quem está vendo o lado fático, SATÂNICO, que se põe nas entrelinhas dessa mudança legal? Alguém ponderou sobre a situação dos empregados que após seus 50/60 anos já são vistos como encargos ou 'encostos', que ocupando eventuais posições sofrem a cobiça e inveja e sabotagem dos que pretendem sua posição?

Quem já não viu esse quadro em qualquer empresa? A aposentadoria atual tem o condão de dar essa sucessão pacífica nas funções sem obrigar os veteranos ao sofrimento do desprezo e injustiça que ocorrerão. Pode-se comparar a disposição física ou mesmo a mental ou a ligação dinâmica dos jovens com a informática ou técnicas hodiernas? E é justo que se decapitem os prestadores de ontem, que criaram e deram o que existe hoje?

E submeter os honoráveis (como se tratam no Japão) com sua experiência a presenciar a INJUSTIÇA dos satãs que lhes tiram direito a dignidade de envelhecer? Dentre os sacrifícios humanos sob aspecto moral, o viver a INJUSTIÇA deve ser o maior e mais agudo ferimento.

Enquanto isso se programa com COMPRA DESCARADA de votos parlamentares e doce olhar togado, os satânicos vermes dos executivos, com capa protetora das togas afiam seus tridentes e os põem sobre brasas fornecidas pelos EUA para dar esse empurrão à morte moral dos que ousaram viver...

Foto: en.wikipedia.org

 

  Sérgio Arruda

Mais recente:COMO ESTAMOS MAL PROTEGIDOS COM NOSSAS ESCOLHAS HUMANAS

    

Ana Paula Romão      

Mais recente:MORO, ONDE NÃO MORA A JUSTIÇA

 

 Renato Uchôa 

Mais recente: MORO, ONDE NÃO MORA A JUSTIÇA 

 

Ana Liési Thurler
 Mais recente:   Percalços inescapáveis do capitalismo

 

Luiz Francisco Guil

Mais recente: ENTRE PERDIDOS E ACHADOS                       

                
 

Artigos

links

Esta seção está em branco.

OPINIÃO

Estratégia, onde estais?

      Por Paulo Carneiro Aonde está a estratégia do pós GOLPE? Alguém sabe me dizer, qual foi a estratégia da Dilma, do PT, ou de quem quer que seja, antes do golpe, para impedir o GOLPE? Pois é, eu, estou aqui no Facebook, há anos, sempre defendendo a legalidade, sempre alertando...

Tchau

                                Por Mirian Mantovani Tchau, Querida!    Tchau, Cultura!      Tchau, Cotas!        Tchau, Índios!        ...

Esta seção está em branco.

Artigos