ESTÃO NOS FAZENDO DE BOBOS, BRINCANDO DE DEMOCRACIA.

 Por Inês Duarte            

 

 

 

Não pode haver perdão ao ministro Edson Fachin. Ele traiu o povo brasileiro, traiu a democracia, a Constituição Federal e traiu principalmente ele próprio, quando deixou de cumprir a missão que se comprometeu perante o Congresso Nacional. Não sentimos orgulho pelo legislativo que temos. Mas quando um poder falha, outro deve vir em socorro da legalidade, em socorro da Nação. Fachin se revelou um traidor, nada justifica sua atitude golpista, farsante e covarde. Entretanto, é bom ter um olhar para além das aparências.

Que homem tomaria a atitude correta encaminhando o pedido de HC para a 2ª turma de ministros garantistas, um time de primeira, constitucionalista, que com certeza daria a liberdade ao Lula e que depois volta atrás, atropelando a própria decisão, os colegas e o STF como um todo? Tem coisa aí nesse angú. Tem coisa muito grave! Isso ficará para a história e só depois de muitos anos saberemos, assim como sabemos hoje dos bastidores do golpe de 54 que culminou com a morte do Getúlio Vargas.

Por ocasião da candidatura de Dilma Rousseff em 2010, Edson Fachin, então como jurista, lê com entusiasmo um manifesto onde reconhece com os demais juristas do Brasil, as políticas sociais de Lula e garantem que devem prosseguir no governo Dilma. Acredito mais no Fachin do manifesto de 2010 do que neste que tem sido o homem do STF a compactuar com a Lava Jato do juiz de primeira instância.

Mas o ministro Edson Fachin, desonra e nega sua própria história, sua trajetória de vida. Não creio que o ministro responsável pela Lava Jato no STF, esteja visando apenas dinheiro e benefícios. Não esquecer que os casos da Lava Jato estavam nas mãos do ministro Teori Zavascki que teve morte "acidental", e demonstrava seriedade na condução dos processos de corrupção.

Teori certamente deu claros sinais de ser homem irredutível em seus julgamentos. Quando soube que o julgamento do HC de Lula, marcado para o dia 26/06/2018 havia sido arquivado antecipadamente por Fachin, senti como se tivesse havido um rompimento violento no equilíbrio natural que rege as leis e a justiça. Foi uma pancada na minha compreensão.

Por outro lado, temos um governo ilegítimo e corrupto no poder, cujas denúncias contra o chefe do bando, já estão devidamente arquivadas. pelo STF. Este mesmo governo ilegítimo que prestigia militares, oferecendo comando de combate ao tráfico nas favelas do RJ, que com a polícia, oprime cidadãos e mata crianças e adolescentes, estudantes filhos de família de bem.

Vemos um general das Forças Armadas interferindo na vida política do país, convidando para conversas reservadas, representantes de partidos políticos que tem missão coordenadora de campanha. Um general que sempre se pronuncia com recados no Twitter para STF, quando se trata de julgamento envolvendo o ex-presidente e mais uma vez candidato, Luiz Inácio Lula da Silva. Não nos iludamos, não somos um país livre.

Há muito tempo vivemos sob o controle dos militares. Estão nos fazendo de bobos e nos deixam brincar de democracia. Para os militares tudo é permitido. Tirar uma presidenta eleita do poder, desrespeitar a Constituição Federal, prender sem provas um ex-presidente da República, o melhor. Para os militares é permitido vender a soberania da Nação, vender o sustento do povo brasileiro, e é permitido manter uma quadrilha no governo central que trama na calada da noite contra o povo.

Só não permitem a esquerda voltar a governar este país. Só não permitem que o povo escolha livremente o representante natural da democracia, da ordem, da conciliação e do progresso do Brasil. Para isso estão mantendo preso o Lula, única liderança popular já eleita antecipadamente à presidência da República para 2019.

 

  Sérgio Arruda

Mais recente:COMO ESTAMOS MAL PROTEGIDOS COM NOSSAS ESCOLHAS HUMANAS

    

Ana Paula Romão      

Mais recente:MORO, ONDE NÃO MORA A JUSTIÇA

 

 Renato Uchôa 

Mais recente: MORO, ONDE NÃO MORA A JUSTIÇA 

 

Ana Liési Thurler
 Mais recente:   Percalços inescapáveis do capitalismo

 

Luiz Francisco Guil

Mais recente: ENTRE PERDIDOS E ACHADOS                       

                
 

Artigos

links

Esta seção está em branco.

OPINIÃO

UMA QUESTÃO DE SENSIBILIDADE

  Por Ana Lúcia Alves          Dizem que sou sensível...pois vou contar onde aprendi a ser assim. Convivo a pelo menos 20 anos em hospitais cumprindo meu oficio de cuidar...e lá aprendi...Que paredes de hospitais, já ouviram preces mais sinceras e honestas do que em...

SOLIDARIEDADE NÃO SE PEDE

   Por Claudete Galli                Quero relatar um fato que ocorreu ontem quando eu estava na Vigília Lula Livre. Eu cheguei bem no momento em que o Stédile estava falando, como havia sido a visita ao Lula. Uma observação, então cada vez que o...

EM DIA DE JOGO DA COPA

  Por Igor Grabois            O Brasil é grande nos mais diversos sentidos do termo. Existem cinco países que estão, simultaneamente, entre os dez maiores PIB’s, territórios e populações. O Brasil é um deles. O maior país africano fora da África, só a Nigéria é...

ESTÃO NOS FAZENDO DE BOBOS, BRINCANDO DE DEMOCRACIA.

 Por Inês Duarte                   Não pode haver perdão ao ministro Edson Fachin. Ele traiu o povo brasileiro, traiu a democracia, a Constituição Federal e traiu principalmente ele próprio, quando deixou de cumprir a missão que se comprometeu...

AO SOM DA FOME

 Por Lúcia Costa                Eu tenho 49 anos. Desde criança via comícios, não perdia um, até onde dava. Aos 13 anos comecei a sentir vontade de entrar para a política ao ouvir aqueles homens. Eram só homens, falando bonito. Nos seus discursos...

O RECADO

Por Cleusa Slaviero        Para me apoiar  por causa do desânimo (preocupação), que me acometeu hoje, o George Mello disse: "menos expertise e mais luta, mais determinação." Ele quis dizer que as ações que realizamos na resistência, nesse momento, são mais importantes...

SOBRE A TENDÊNCIA HISTÓRICA E O FUTURO DO BRASIL

   Por Cristiano Camargo                    Toda Revolução Histórica tem um ponto de ruptura, da conjuntura anterior para a nova que surgiu pós- revolução, e que serviu de estopim para incendiar estas revoluções. Pois bem, estamos...

MARIELLE: BRASIL CHORA POR SUA MAIS NOVA MÁRTIR

Por Sérgio Botêlho           Há um mau cheiro no ar. E esse mau cheiro não vem do corpo inerte de Marielle. Esse mau cheiro vem dos seus assassinos. Esse mau cheiro vem de uma sociedade historicamente baseada em podres poderes. Negra, mulher, feminista, pobre...

TÁ FALADO

 Por Rosangela Lima              Madrugada alta e eu aqui, escrevendo textão. Pouca gente vai ler, mas é bom desabafar, então... Percebo nos olhares, nas críticas e alguns ataques, a incompreensão de muita gente do meu convívio com o fato de continuar na...

A MULHER E O VOTO

Por Inês Duarte          Não é de hoje que as mulheres possuem a disposição de lutar por respeito, igualdade de direitos, reconhecimento de seu papel, não apenas na sociedade, mas também, junto ao parceiro, como geradora de filhos, de gerações e que traz consigo o...

Esta seção está em branco.

Artigos

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!