A alternativa não pode ser a volta da barbárie

 

     Por Ana Paula Romão (Educadora)

 

 

 

Quando vejo inúmeras postagens reacionárias pedindo "castração química" e/ou "pena de morte" para "resolver" o problema da cultura do estupro, outros, omitindo/negando a contribuição do feminismo, da educação de gênero e das políticas públicas como caminhos a serem trilhados, me dá um desânimo e mais revolta contra a bancada da "Bíblia, do boi e da bala". Esses parlamentares vinham querendo (querem!), a volta da Idade Média, se colocando de forma ofensiva contra a "ideologia de gênero".

Primeiro, que GÊNERO se trata de uma categoria teórica e não de uma "ideologia", pertence ao campo de conhecimentos dos estudos culturais. Segundo, precisamos discutir em nosso currículo esse tema (assim como o etnicorracial), de forma Inter, multidisciplinar e, transversalmente, com o intuito de implementar a educação de gênero na educação básica e nas Licenciaturas.

 Isso passa por uma construção teórica e prática formativa (Formação inicial e continuada). Isso não é um problema exclusivo de feminista, de parlamentar ou de "pastor em transe". Trata-se de um conteúdo educacional e que todos/as educadores/as, independente, de sua identidade de gênero, orientação sexual, classe, raça, religião ou ideologia deveria comprometer-se em estudar, refletir, planejar e realizar ações educativas no combate às desigualdades de gênero.

 Deve-se primar, pelo respeito às diferenças, quebrando paradigmas centrados na dicotomia "razão masculina" versus "emoção feminina"; "O homem representa a força" e a "mulher é o sexo frágil"; "O corpo masculino representa dominação" e o da "mulher representa subjugação", estigmas que colocam diferenças biológicas como "justificativas" de dominação no campo cultural.

É necessário atuar no campo da prevenção à violência, inclusive e, principalmente, contra a cultura do estupro, fomentada pelo patriarcalismo e alargada através de práticas machistas e misóginas. Que diabos esses reacionários querem agora estabelecer "vingança" como contraponto e, vejo aqui, que encontram ressonância em pessoas e instituições, que não esperava.

A forma de punição deverá ser pelo viés da justiça e evidente que pode se pensar em leis mais duras, mas não na onda do "olho por olho, dente por dente". Quem disse, que se um estuprador for castrado vai deixar de estuprar? Quem está na teia da cultura do estupro é capaz de "incrementar" suas ações violentas penetrativas de outras formas. Desse jeito, a gente volta de vez é para a Barbárie! Precisamos, sim, de mais educação de gênero!

Foto:www.stu.org.br

 

  Sérgio Arruda

Mais recente:COMO ESTAMOS MAL PROTEGIDOS COM NOSSAS ESCOLHAS HUMANAS

    

Ana Paula Romão      

Mais recente:MORO, ONDE NÃO MORA A JUSTIÇA

 

 Renato Uchôa 

Mais recente: MORO, ONDE NÃO MORA A JUSTIÇA 

 

Ana Liési Thurler
 Mais recente:   Percalços inescapáveis do capitalismo

 

Luiz Francisco Guil

Mais recente: ENTRE PERDIDOS E ACHADOS                       

                
 

Artigos

links

Esta sección está vacía.

OPINIÃO

AO SOM DA FOME

 Por Lúcia Costa                Eu tenho 49 anos. Desde criança via comícios, não perdia um, até onde dava. Aos 13 anos comecei a sentir vontade de entrar para a política ao ouvir aqueles homens. Eram só homens, falando bonito. Nos seus discursos...

O RECADO

Por Cleusa Slaviero        Para me apoiar  por causa do desânimo (preocupação), que me acometeu hoje, o George Mello disse: "menos expertise e mais luta, mais determinação." Ele quis dizer que as ações que realizamos na resistência, nesse momento, são mais importantes...

SOBRE A TENDÊNCIA HISTÓRICA E O FUTURO DO BRASIL

   Por Cristiano Camargo                    Toda Revolução Histórica tem um ponto de ruptura, da conjuntura anterior para a nova que surgiu pós- revolução, e que serviu de estopim para incendiar estas revoluções. Pois bem, estamos...

MARIELLE: BRASIL CHORA POR SUA MAIS NOVA MÁRTIR

Por Sérgio Botêlho           Há um mau cheiro no ar. E esse mau cheiro não vem do corpo inerte de Marielle. Esse mau cheiro vem dos seus assassinos. Esse mau cheiro vem de uma sociedade historicamente baseada em podres poderes. Negra, mulher, feminista, pobre...

TÁ FALADO

 Por Rosangela Lima              Madrugada alta e eu aqui, escrevendo textão. Pouca gente vai ler, mas é bom desabafar, então... Percebo nos olhares, nas críticas e alguns ataques, a incompreensão de muita gente do meu convívio com o fato de continuar na...

A MULHER E O VOTO

Por Inês Duarte          Não é de hoje que as mulheres possuem a disposição de lutar por respeito, igualdade de direitos, reconhecimento de seu papel, não apenas na sociedade, mas também, junto ao parceiro, como geradora de filhos, de gerações e que traz consigo o...

QUEM FOI LUCIANA DE ABREU?

 Por Carla Kunze            Não há o que comemorar hoje. Há apenas do que reclamar. A crise provocada pelos golpistas está atingindo principalmente as mulheres. Seja porque elas hoje são as provedoras das suas famílias e o desemprego as atingiu muito mais do...

MEXEU COM LULA, MEXEU COM A GENTE

 Por Inês Duarte          Estão divulgando nas redes sociais a possibilidade das manifestações em POA tornarem a cidade num campo de batalha. Não por nossa gente, não pelas forças progressistas, mas pelas forças do retrocesso da civilização. Eu e todos que partem do...

A VIDA É BELA

Por Francisca Frida             Hoje me sinto um pouco mais forte e quero lhes contar um fato só para que vocês vejam até que ponto chega a maldade humana... Algumas vezes eu disse aqui que tinha vontade de ir para outro planeta, e que os seres humanos me...

REFLEXÕES SOBRE O SUICÍDIO

   Por Márcia Tigani     Encerro meu dia com reflexões sobre o tema de hoje no facebook: o suicídio. Aliás esse é tema do dia à dia, muito embora as pessoas o neguem, finjam não enxerga-lo, passem a bola para os " coletivos", digam que é " coisa pra psicólogo, psiquiatra e...

es-Notícias

O Golpista

                                                                                    ...

Eu acredito é na luta

                                                                                   ...

O recado

                                                                                   ...

AO PREFEITO ARTUR NETO

                                                                                    ...

Olá amigos/as

                                                                                   ...

RESPOSTA À DIREITA E AO PIG

                                                                                   ...

ACREDITAMOS NO BRASIL!

                                                                                   ...

Artigos