A MÁGICA BESTA DO VERME

          

  Por Sérgio Arruda

 

 

 

Nosso país sempre foi devagar. Para cada passo à frente costumava voltar meio ou inteiro. Quando estávamos engatando progresso social com Jango os valorosos patifes atenderam os EUA e deram um golpe de 2 décadas. Antes já ficara estagnado desde que Getúlio deu a arrancada com a CSN e Petrobrás e ficaram em contemplação.

A cada passo vinha outro em sentido contrário para anulação. A COSIPA espelha isso. Como prometia, fizeram por privatiza-la e a destruir. O período do cabotino FHC não foi em outro sentido se não o de demolir conquistas. O pouco que mantinha a estrutura nacional era a população que, em seu crescimento, conseguia embalar um pouco a incipiente indústria e comércio.

Isso não é opinião, é estatística! Nossa expertise em exportar manufaturados não poderia competir com a Ásia ou EUA porque lá a tradição e o nível educacional são incomparáveis e os americanos que tiveram a dianteira em colher mão de obra dos países dominados nas guerras sempre levou vantagem.

Mas, como frisei, a crescente população fazia por dar conta das miçangas que produzíamos. Assim tecelagem e montadoras de veículos deram curso a lenta, mas progressiva melhora no padrão de vida. Foi nessa ordem que o progresso social veio a ter legislação (desde Getúlio) a dar alguma regalia aos únicos fregueses, consumidores de nossa produção.

E isso se provou quando, na crise mundial de 2008, em que EUA e países europeus tiveram de "dançar fino", o nosso presidente Lula, dos poucos lúcidos que vimos, deu mais meios e crédito e fomentou o consumo da produção nacional com o remédio que dispunha. Não só os ascendentes sociais como os ainda esquecidos passaram a consumidores e TODOS ganharam.

O país cresceu e sua economia pairou acima de outras emergentes chegando ao sexto ou quinto no ranking global. Deve ter sido aí que os EUA atávico repetidor da Inglaterra, resolveu financiar o GOLPE. Comprou barato a adesão de togados como em 64 a dos fardados.

E os bestuntos, sob comando do verme capacho fizeram como se fosse a piada da fábula -mataram a galinha dos ovos de ouro! Simplesmente deram os passos para destruir o mercado interno. Criaram leis para matar trabalhadores ou lhes jogar na mendicância, com ajuda do infame Moro destruíram indústrias e empregos.

E, como programado por seus patrocinadores do golpe passaram a vender por preço vil o que subsistia e prometia alicerçar nosso futuro -petróleo, Embraer, indústria naval e até estudos de energia. Também já estavam sob condenação - sem mercado interno seriam mesmo apossados por estrangeiros. mas registre-se a ação do verme que a mando dos EUA serviu de estafeta de todas as condenações da sociedade.

É o patife que ainda se dá com os demais que ora colhem os resíduos do incêndio que provocaram. Tudo a mando do inimigo, como em 1964. e podemos ver que a crise começada vai produzir mais miséria do que já aponta. Se há hotéis e lojas fechando, mais fecharão. Seremos vítimas dos fardados e togados que venderam nosso incipiente progresso para satisfação do tio Sam. esperem e verão, se se mantiverem vivos.

 

  Sérgio Arruda

Mais recente:COMO ESTAMOS MAL PROTEGIDOS COM NOSSAS ESCOLHAS HUMANAS

    

Ana Paula Romão      

Mais recente:MORO, ONDE NÃO MORA A JUSTIÇA

 

 Renato Uchôa 

Mais recente: MORO, ONDE NÃO MORA A JUSTIÇA 

 

Ana Liési Thurler
 Mais recente:   Percalços inescapáveis do capitalismo

 

Luiz Francisco Guil

Mais recente: ENTRE PERDIDOS E ACHADOS                       

                
 

Artigos

links

Esta seção está em branco.

OPINIÃO

UMA QUESTÃO DE SENSIBILIDADE

  Por Ana Lúcia Alves          Dizem que sou sensível...pois vou contar onde aprendi a ser assim. Convivo a pelo menos 20 anos em hospitais cumprindo meu oficio de cuidar...e lá aprendi...Que paredes de hospitais, já ouviram preces mais sinceras e honestas do que em...

SOLIDARIEDADE NÃO SE PEDE

   Por Claudete Galli                Quero relatar um fato que ocorreu ontem quando eu estava na Vigília Lula Livre. Eu cheguei bem no momento em que o Stédile estava falando, como havia sido a visita ao Lula. Uma observação, então cada vez que o...

EM DIA DE JOGO DA COPA

  Por Igor Grabois            O Brasil é grande nos mais diversos sentidos do termo. Existem cinco países que estão, simultaneamente, entre os dez maiores PIB’s, territórios e populações. O Brasil é um deles. O maior país africano fora da África, só a Nigéria é...

ESTÃO NOS FAZENDO DE BOBOS, BRINCANDO DE DEMOCRACIA.

 Por Inês Duarte                   Não pode haver perdão ao ministro Edson Fachin. Ele traiu o povo brasileiro, traiu a democracia, a Constituição Federal e traiu principalmente ele próprio, quando deixou de cumprir a missão que se comprometeu...

AO SOM DA FOME

 Por Lúcia Costa                Eu tenho 49 anos. Desde criança via comícios, não perdia um, até onde dava. Aos 13 anos comecei a sentir vontade de entrar para a política ao ouvir aqueles homens. Eram só homens, falando bonito. Nos seus discursos...

O RECADO

Por Cleusa Slaviero        Para me apoiar  por causa do desânimo (preocupação), que me acometeu hoje, o George Mello disse: "menos expertise e mais luta, mais determinação." Ele quis dizer que as ações que realizamos na resistência, nesse momento, são mais importantes...

SOBRE A TENDÊNCIA HISTÓRICA E O FUTURO DO BRASIL

   Por Cristiano Camargo                    Toda Revolução Histórica tem um ponto de ruptura, da conjuntura anterior para a nova que surgiu pós- revolução, e que serviu de estopim para incendiar estas revoluções. Pois bem, estamos...

MARIELLE: BRASIL CHORA POR SUA MAIS NOVA MÁRTIR

Por Sérgio Botêlho           Há um mau cheiro no ar. E esse mau cheiro não vem do corpo inerte de Marielle. Esse mau cheiro vem dos seus assassinos. Esse mau cheiro vem de uma sociedade historicamente baseada em podres poderes. Negra, mulher, feminista, pobre...

TÁ FALADO

 Por Rosangela Lima              Madrugada alta e eu aqui, escrevendo textão. Pouca gente vai ler, mas é bom desabafar, então... Percebo nos olhares, nas críticas e alguns ataques, a incompreensão de muita gente do meu convívio com o fato de continuar na...

A MULHER E O VOTO

Por Inês Duarte          Não é de hoje que as mulheres possuem a disposição de lutar por respeito, igualdade de direitos, reconhecimento de seu papel, não apenas na sociedade, mas também, junto ao parceiro, como geradora de filhos, de gerações e que traz consigo o...

Esta seção está em branco.

Artigos

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!