Vem, vamos embora, esperar não é saber...

                                                                                                                                       

                                                                                      correiodobrasil.com.br           

                                      

Por Márcia Tigani (Médica)

Já acordei hoje pensando assim: quantas Manus teriam que existir para fazer o contraponto à altura da direitalha paneleira? Por que um gesto aparentemente simples ganhou a dimensão de um ato simbólico contra as atuações direitistas difamatórias contra o futuro presidente do Brasil? O que falta na esquerda que faz com que a direitalha aparente uma força maior que a que possui? Fico pensando sempre numa frase que escutei uma vez de um conhecido psiquiatra: “com psicopatas”, só sendo “psicopata e meio". Ou seja, extrapolando para a atuação de nós militantes da esquerda, cadê nossa ousadia, irreverencia e capacidade de tomar os ideais defendidos pela esquerda nas mãos e na prática? Saindo da teoria para a práxis, e assumirmos nosso lado Manu, ou seja, a jovialidade da ousadia e a simplicidade do gesto autêntico baseado na defesa da ética, dos injustiçados e dos valores sociais. Que nos diferenciam da mediocridade dos “valores" defendidos pela direita brasileira? Que passividade e polidez é essa que a esquerda incorpora que faz com que um simples gesto de defesa a Lula transforme uma moça em heroína nacional?

 

  Sérgio Arruda

Mais recente:COMO ESTAMOS MAL PROTEGIDOS COM NOSSAS ESCOLHAS HUMANAS

    

Ana Paula Romão      

Mais recente:MORO, ONDE NÃO MORA A JUSTIÇA

 

 Renato Uchôa 

Mais recente: MORO, ONDE NÃO MORA A JUSTIÇA 

 

Ana Liési Thurler
 Mais recente:   Percalços inescapáveis do capitalismo

 

Luiz Francisco Guil

Mais recente: ENTRE PERDIDOS E ACHADOS                       

                
 

Artigos

links

Esta seção está em branco.

OPINIÃO

Estratégia, onde estais?

      Por Paulo Carneiro Aonde está a estratégia do pós GOLPE? Alguém sabe me dizer, qual foi a estratégia da Dilma, do PT, ou de quem quer que seja, antes do golpe, para impedir o GOLPE? Pois é, eu, estou aqui no Facebook, há anos, sempre defendendo a legalidade, sempre alertando...

Tchau

                                Por Mirian Mantovani Tchau, Querida!    Tchau, Cultura!      Tchau, Cotas!        Tchau, Índios!        ...

Esta seção está em branco.

Artigos

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!