Adeus!Meu capitão Joaquim. Aprendiz de ditador.

                                                                                                          cbb-comunidadebarrobranco.blogspot.com

Por Renato Uchôa (Educador)

Foi um cenário midiático, faz alguns meses, saída do ministro Barbosa do Supremo maquiado de herói. E a entrada de outros discípulos da vertente ditatorial em vários tribunais, que cada dia um sai da cova. Gestou vários filhos do autoritarismo que estão soltos na buraqueira da justiça. Porta dos fundos do Supremo, na compreensão dos que não acreditam em bicho de sete cabeças, alma penada, lobisomem, na mídia marrom que se contorce de ódio contra a presidenta Dilma.O esforço foi gigantesco.Esconder a Constituição esfacelada e a vara de marmelo utilizada na imposição das maiores excrescências jurídicas no processo do “mensalão”.Travestidas de juridicidade. Agora é moda, humilhar e prender. Os delatores é que pautam e abastecem a falta de juízo de grande parte da população que cria bezerros de ouro. E os vaqueiros da classe média embrutecida e odiosa.E com carta branca.Dos brancos milionários e perfumados que dominam a mídia; setores importantes da indústria, comércio, bancos privados e dos manés.Banqueiros fregueses. De habeas corpus assustadores no palácio sagrado da justiça. Não existe um risco de dúvidas.Julgamento Inquisitório mais tenebroso da história do Supremo, AP 470. Repudiado por todos os juristas comprometidos com a normalidade jurídica e parcela significativa da sociedade brasileira.Já acordada.Com todas as liberdades democráticas. A duras penas conquistadas pelo povo brasileiro. O processo de democratização em curso, agredido, afrontado, e por aqueles responsáveis em zelar pela normalidade. Um fato grave, passível de consequências aos que agiram fora da lei.Escolheu a data da fuga, para não julgar os futuros aliados que lhes dão o ar da graça e todos os dias caem em desgraças.No ar e na terra. E ao pó virão. Não aquele que a Polícia Federal afirma até hoje sem dono, em menos de uma semana de investigação da queda do helicóptero. Cheiraram a coca toda? Uma prova obesa de mais de 400Kg, nenhum verdadeiro culpado. Joaquim arrumou as meias, tirou férias antes da encenação do último ato de intransigência, autoritarismo,desmoralização e humilhação dos apenados, já bastante acentuada na Corte Suprema. Poderia, não foi em 31 de março, em homenagem a ditadura militar. Em se considerando favorável a revisão da anistia, nunca fez um gesto no encaminhamento do embargo da OAB no STF.Que questionou a decisão da Corte em 2010, na ratificação da Lei da Anistia 6.683/79. Portanto, o resultado da análise da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental-ADPF (153), mantendo intocáveis os agentes públicos que praticaram crimes de tortura, assassinatos brutais, ocultação de corpos. Inexiste qualquer manifestação contrária de Joaquim com relação ao período de terror implantado em 64. Não que se possa estender aos que não lutaram abertamente por razões aceitáveis. Vários lutaram de todas as formas. Inclusive outros, ainda enlouquecidos, sentem simpatia pelo regime. Em se tratando da postura dele, assimilou ao pé da letra o autoritarismo, a força bruta, invés do argumento, da convivência democrática, do cumprimento da ordem jurídica. Fez o contrário. Não foi em 1º de abril, afeiçoado que é na camuflagem sorrateira de alijar provas e manter escondido nas salas escuras ou nas togas,procedimento 2474 e laudo de exame contábil nº 2828/2006-INC, Instituto Nacional de Criminalística, que implode as bases de acusação e inocenta Pizzolato, extensão a vários. Sabe lá, a quantidade delas que inocentariam inúmeros que tiveram as suas vidas destruídas, permutadaspor uma candidatura à presidência da república, que com certeza virá em 2018, com debaixo da toga da vergonha o adolescente juiz Moro, continuador das arbitrariedades do pajé do mau. E aos ministros ajoelhados em caroço de milho, podem se levantar. O ministro Lewandowski, pela postura de defesa da legalidade no julgamento do mensalão, contra tudo e todos,assumiu a presidência da Corte e ainda não restabeleceu a Plena Normalidade Constitucional. Inclusive a verdade. Terão que reagir (os inertes ministros) por uma questão de sobrevivência. Em se encontrando na tampa do lixo da história, é preciso mudar ou podem cair no tambor.E lá se foi Joaquim Barbosa,o representante e chefe da milícia mais reacionária e truculenta da história do Brasil, na quebra da legalidade constitucional no Supremo Tribunal Federal. Pegou o beco pelo lado indigno da história, cavalo selado e as esporas de ouro. No alforje, nenhum peso de consciência por ter condenado e trucidado inocentes com falsas provas. Apenas a escritura do apartamento em Miami, comprado pela empresa Assas. JBU por US$ 10 dólares, R$ 700.000, da UERJ sem trabalhar, R$ 14.000, de diárias pra cobrir as despesas mesmo estando de férias; as regalias do Supremo, e a Constituição despedaçada. Joaquim vai passando. Vai passar. O carro do lixo da história também. E lá se vem o juiz Moro...Das Bandas da República Corrupta do Paraná.

 

 

 

  Sérgio Arruda

Mais recente:COMO ESTAMOS MAL PROTEGIDOS COM NOSSAS ESCOLHAS HUMANAS

    

Ana Paula Romão      

Mais recente:MORO, ONDE NÃO MORA A JUSTIÇA

 

 Renato Uchôa 

Mais recente: MORO, ONDE NÃO MORA A JUSTIÇA 

 

Ana Liési Thurler
 Mais recente:   Percalços inescapáveis do capitalismo

 

Luiz Francisco Guil

Mais recente: ENTRE PERDIDOS E ACHADOS                       

                
 

Artigos

links

Esta sección está vacía.

OPINIÃO

UMA QUESTÃO DE SENSIBILIDADE

  Por Ana Lúcia Alves          Dizem que sou sensível...pois vou contar onde aprendi a ser assim. Convivo a pelo menos 20 anos em hospitais cumprindo meu oficio de cuidar...e lá aprendi...Que paredes de hospitais, já ouviram preces mais sinceras e honestas do que em...

SOLIDARIEDADE NÃO SE PEDE

   Por Claudete Galli                Quero relatar um fato que ocorreu ontem quando eu estava na Vigília Lula Livre. Eu cheguei bem no momento em que o Stédile estava falando, como havia sido a visita ao Lula. Uma observação, então cada vez que o...

EM DIA DE JOGO DA COPA

  Por Igor Grabois            O Brasil é grande nos mais diversos sentidos do termo. Existem cinco países que estão, simultaneamente, entre os dez maiores PIB’s, territórios e populações. O Brasil é um deles. O maior país africano fora da África, só a Nigéria é...

ESTÃO NOS FAZENDO DE BOBOS, BRINCANDO DE DEMOCRACIA.

 Por Inês Duarte                   Não pode haver perdão ao ministro Edson Fachin. Ele traiu o povo brasileiro, traiu a democracia, a Constituição Federal e traiu principalmente ele próprio, quando deixou de cumprir a missão que se comprometeu...

AO SOM DA FOME

 Por Lúcia Costa                Eu tenho 49 anos. Desde criança via comícios, não perdia um, até onde dava. Aos 13 anos comecei a sentir vontade de entrar para a política ao ouvir aqueles homens. Eram só homens, falando bonito. Nos seus discursos...

O RECADO

Por Cleusa Slaviero        Para me apoiar  por causa do desânimo (preocupação), que me acometeu hoje, o George Mello disse: "menos expertise e mais luta, mais determinação." Ele quis dizer que as ações que realizamos na resistência, nesse momento, são mais importantes...

SOBRE A TENDÊNCIA HISTÓRICA E O FUTURO DO BRASIL

   Por Cristiano Camargo                    Toda Revolução Histórica tem um ponto de ruptura, da conjuntura anterior para a nova que surgiu pós- revolução, e que serviu de estopim para incendiar estas revoluções. Pois bem, estamos...

MARIELLE: BRASIL CHORA POR SUA MAIS NOVA MÁRTIR

Por Sérgio Botêlho           Há um mau cheiro no ar. E esse mau cheiro não vem do corpo inerte de Marielle. Esse mau cheiro vem dos seus assassinos. Esse mau cheiro vem de uma sociedade historicamente baseada em podres poderes. Negra, mulher, feminista, pobre...

TÁ FALADO

 Por Rosangela Lima              Madrugada alta e eu aqui, escrevendo textão. Pouca gente vai ler, mas é bom desabafar, então... Percebo nos olhares, nas críticas e alguns ataques, a incompreensão de muita gente do meu convívio com o fato de continuar na...

A MULHER E O VOTO

Por Inês Duarte          Não é de hoje que as mulheres possuem a disposição de lutar por respeito, igualdade de direitos, reconhecimento de seu papel, não apenas na sociedade, mas também, junto ao parceiro, como geradora de filhos, de gerações e que traz consigo o...

es-Notícias

O Golpista

                                                                                    ...

Eu acredito é na luta

                                                                                   ...

O recado

                                                                                   ...

AO PREFEITO ARTUR NETO

                                                                                    ...

Olá amigos/as

                                                                                   ...

RESPOSTA À DIREITA E AO PIG

                                                                                   ...

ACREDITAMOS NO BRASIL!

                                                                                   ...

Artigos