Brasil: afinal, o AI-5 já voltou?

 Por Célia Zerbato   

 

 

 O cenário do Brasil pós-golpe prenuncia a morte da nossa púbere democracia. O apeamento de Dilma Rousseff da Presidência da República, sob justificativa jurídico-legal suspeita, e a ascensão daquele que não quer ser chamado de golpista, Michel Temer, ressonaram em significativas manifestações de ruas contrárias ao “golpeachment”, bem como protestos reivindicatórios de “Fora, Temer”. 

Porém, ao contrário das democráticas manifestações populares da Era Dilma, o que se veem são confrontos entre os manifestantes e o aparato policial, especialmente na Grande São Paulo, região metropolitana do vulgo “Tucanistão” - expressão senso-comum que faz alusão ao domínio dos governos estaduais tucanos há quase 22 anos -, verdadeira “territorialização tucanata”.

Nesta quarta-feira, 31 de agosto, poucas horas após a votação do “golpeachment”, pelo Senado Federal, a Avenida Paulista foi tomada por uma leva de manifestantes. Segundo a Frente Brasil Popular eram 20 mil pessoas, contrárias ao impedimento da presidente. O grupo, inicialmente concentrado em frente ao MASP, manifestava pacificamente num dado momento, decidiu deslocar-se em direção à Praça Roosevelt, passando pela Rua da Consolação, e, nesse trajeto foi disperso com balas de borracha e gás lacrimogênio pelo aparato policial, deixando vários manifestantes feridos.

O ferimento mais chocante acometeu a jovem manifestante Deborah Fabri, 19 anos, que informou nas redes sociais ter perdido a visão do olho esquerdo. Os protestos populares eclodiram em várias cidades brasileiras, a exemplo de Brasília, Caxias do Sul, Porto Alegre e João Pessoa, sendo quase todas marcadas pela repressão da Policia Militar. Um fenômeno que se manifesta em cadeia desde o impedimento de Rousseff.

O povo não cala. Manifestações populares espraiam pelo país. O processo repressivo agudiza. Temer autoriza a ação das forças armadas para reprimir atos na Avenida Paulista, programado para o próximo domingo.

Assim, cada vez mais, fica claro que a repressão promovida pela Polícia Militar aos protestos de rua é uma iniciativa programada para sucumbir às manifestações contrárias ao governo Temer, o que demonstra práticas ideológicas tão comuns aos países antidemocráticos.

A destituição da presidente, Dilma Rousseff, por meio de sutilezas jurídicas não convincentes e a ascensão de um governo que promove um ataque velado aos direitos trabalhistas e aos programas sociais, são eventos que configuram dois golpes: um contra a presidente e outro contra os direitos mais elementares dos trabalhadores. A casa grande esqueceu que isso não foi acordado com a senzala. A senzala já começa a romper os grilhões golpistas plutocráticos, gritando nas ruas dos vários cantos deste país.

A democracia agoniza, a repressão corre solta, a senzala grita e esmurra.... Navegar é preciso, resistir também.

A estrela petralha, Dilma Roussef, brilha como nunca depois da implacável batalha empreendida contra os algozes da democracia...Mas a cadeira da presidência ficou opaca, assim como a democracia...Afinal, o AI-5 já voltou?

Foto: www.ceert.org.br

 

  Sérgio Arruda

Mais recente: MISSA NEGRA

    

Ana Paula Romão      

Mais recente: RESUMO DA SEMANA

 

 Renato Uchôa 

Mais recente: A FACE OCULTA DO GOLPE 

 

Ana Liési Thurler
 Mais recente:   Percalços inescapáveis do capitalismo

 

Luiz Francisco Guil

Mais recente: ENTRE PERDIDOS E ACHADOS                       

                
 

links

Esta seção está em branco.

OPINIÃO

MEXEU COM LULA, MEXEU COM A GENTE

 Por Inês Duarte          Estão divulgando nas redes sociais a possibilidade das manifestações em POA tornarem a cidade num campo de batalha. Não por nossa gente, não pelas forças progressistas, mas pelas forças do retrocesso da civilização. Eu e todos que partem do...
+

A VIDA É BELA

Por Francisca Frida             Hoje me sinto um pouco mais forte e quero lhes contar um fato só para que vocês vejam até que ponto chega a maldade humana... Algumas vezes eu disse aqui que tinha vontade de ir para outro planeta, e que os seres humanos me...
+

REFLEXÕES SOBRE O SUICÍDIO

   Por Márcia Tigani     Encerro meu dia com reflexões sobre o tema de hoje no facebook: o suicídio. Aliás esse é tema do dia à dia, muito embora as pessoas o neguem, finjam não enxerga-lo, passem a bola para os " coletivos", digam que é " coisa pra psicólogo, psiquiatra e...
+

NÃO É SOMENTE LULA QUE CONDENAM, É A TODA UMA NAÇÃO

  Por Inês Duarte              Não tenho mais o que dizer, meu coração está congelado de tanta tristeza. Lula é vítima da maldade humana, vítima do egoísmo, da desonestidade, da cegueira e do ódio de pessoas que optaram em ser ruins com uma única finalidade:...
+

NOTA DE REPÚDIO DA UFPB

  A Reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) vem reiterar sua indignação e manifestar repúdio à ação de condução coercitiva de dirigentes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em operação que apura supostos desvios na construção do Memorial da Anistia. Em 6 de dezembro, o...
+

A FACE EXPLÍCITA DO TERROR

     Por  Vânia de Farias                     O que poderia levar dois jovens aparentemente bem sucedidos a cometer um ato monstruoso desses? Já nasceram psicopatas ou foram perdendo a...
+

ANOTA AÍ COMPANHEIRO/A

 Por Cleusa Slaviero          Ontem o Zeca me enviou o texto que Aldo Fornazieri publicou sobre a Nota do PT, só tive tempo de ler de madrugada, quando li tudo o que recebi ontem e me inteirei das notícias do Brasil e do mundo. Que decepção tão grande a opinião de...
+

SEM PERDÃO

 Por Inês Duarte        Mais uma vez encontro-me aterrorizada, indignada e quase em pânico diante da possibilidade da prisão de Lula. Não posso admitir em hipótese alguma, a prisão de um homem que conquistou os brasileiros e o mundo, com a política mais humanizada que já...
+

O GOLPE DESDE O PRINCÍPIO TEM SIDO BEM DOLOROSO.

 Por Cristiane Barreto        Num certo período da minha vida eu chorei uns dias seguidos, por um problema aparentemente sem solução. E que atingia direto no peito e eu ia para a cama e chorava, nada de reagir. Não conseguia, doía muito. O tempo passou, andava que nem zumbi...
+

es-Notícias

O Golpista

                                                                                    ...
Leia mais

Eu acredito é na luta

                                                                                   ...
Leia mais

O recado

                                                                                   ...
Leia mais

AO PREFEITO ARTUR NETO

                                                                                    ...
Leia mais

Olá amigos/as

                                                                                   ...
Leia mais

RESPOSTA À DIREITA E AO PIG

                                                                                   ...
Leia mais

ACREDITAMOS NO BRASIL!

                                                                                   ...
Leia mais

Artigos